//Mulheres D’Armas

Mulheres D’Armas

%author% | %blog_title%

A pequena história que aqui vais ser partilhada é sobre duas senhoras britânicas com grandes habilidades em manuseamento de armamento, condução defensiva, fuga e evasão, entre outras.

Ler mais

Recuemos ao ano de 2016, o Estado Islâmico, organização fundamentalista e terrorista de cariz muçulmano, começava a perder parte do território ocupado no Iraque e na Síria graças a intervenção de uma coligação internacional liderada pelos Estados Unidos e também pela campanha bélica russa em território sírio com o objectivo também de apoiar o governo do presidente Bashar Al-Assad.

As duas operativas do Special Reconnaissance Regiment estavam há meses na região e tinham como missão recrutar potenciais agentes, especialmente mulheres, tendo em vista a recolha de informações sobre elementos e infraestruturas do EI (Estado Islâmico).

Nesta missão as operacionais e agentes recrutados iam a bordo de uma viatura quando foram parados num checkpoint montado pelo grupo fundamentalista. Após várias perguntas a desconfiança aumentava entre os militantes e, antes que as suspeitas se confirmassem, as duas operativas abriram fogo com as suas pistolas e pistolas-metralhadoras. O que se seguiu foi uma fuga acompanhada de um intenso tiroteio, pondo em prova as suas técnicas de condução e tiro, deixando vários fundamentalistas mortos e muitos buracos no carro. Escaparam ilesas e as suas identidades continuam protegidas.

Mas o que é o Special Reconnaissance Regiment?

Este regimento foi criado em 2005 e faz parte do Directório de Força Especiais Britânicos. Recruta homens e mulheres dos três ramos das forças armadas.<br>As suas principais missões consistem em reconhecimento, vigilância e recolha de informação através de acções encobertas.

Estas unidade descende da então criada 14th Intelligence Company, que ficou conhecida pelas suas acções contra o grupo paramilitar irlandês IRA ( Irish Republicam Army) na Irlanda do Norte durante os anos 80.

O SRR já realizou diversas operações no Iraque, Síria, Líbia e acções contra-terroristas no Reino Unido.